Rações e Suplementos

Os fabricantes de alimentos para animais têm uma dupla preocupação: garantir a medida exata dos nutrientes necessários e satisfazer as exigências de digestibilidade e palatabilidade dos animais de estimação.

Alimentos Completos:

Cobrem todas as necessidades nutricionais do animal. Garantem qualidade na quantidade certa de ração diária.

Alimentos com objetivos específicos:

São destinados a cães e gatos com necessidades fisiológicas particulares: aleitamento e lactação, por exemplo. Também há alimentos para necessidades fisiológicas particulares, como obesidade e insuficiência renal. É uma alimentação equilibrada, fruto de pesquisas em nutrição, bioquímica e fisiologia, que a indústria de alimentação animal oferece ao mercado, sempre de acordo com o porte, a idade (filhotes e adultos), a atividade e a saúde do bichinho - existem, por exemplo, alimentos específicos para cães com excesso de peso ou gatos portadores da Síndrome Urológica Felina.

As diferenças

Cães

Os cães necessitam de bom equilíbrio em cálcio e fósforo e um bom aporte de vitamina D para assegurar a solidez do esqueleto e um bom estado de conservação dos dentes. As gorduras também são fundamentais para dar energia, principalmente aos animais ativos e de grande porte. Já as proteínas asseguram a manutenção da massa muscular.

Gatos

Os gatos, por sua vez, possuem um paladar bem mais exigente que os cães e são mais sensíveis ao tipo de alimentação. O desequilíbrio nutricional pode provocar desde a queda dos pêlos até problemas mais graves, como a Síndrome Urológica Felina, um distúrbio que provoca uma série de disfunções que afetam o trato urinário e atacam cerca de 5% a 10% dos gatos adultos de ambos os sexos.